• circulodograal.com       *       circulodograal.com/loja

  • Av Dr Bernardino da Silva 15, 3º esqº  8700-301 Olhão    *    Portugal

  • circulodograal@sapo.pt       *       963 709 989

  • Mensagem do Graal
    Mensagem do Graal

     

    Na Luz da Verdade

    Mensagem do Graal

    Autor: Abdruschin

    Livraria do Círculo

  • Os Dez Mandamentos
    Os Dez Mandamentos

     

    Os Dez Mandamentos

    e o Pai-Nosso

     Autor: Abdruschin

    Livraria do Círculo

  • O Filho do Homem
    O Filho do Homem

     

    O Filho do Homem na Terra

    Autor: Roberto C. P. Junior

    Livraria do Círculo

  • Jesus
    Jesus

      

     

    Jesus ensina as leis da Criação

    Autor: Roberto C. P. Junior

    Livraria do Círculo

  • O nascimento da Terra
    O nascimento da Terra

     

    O nascimento da Terra

    Autora: Roselis Von Sass

    Livraria do Círculo

  • Atlântida
    Atlântida

     

    Atlântida

    Princípio e fim da grande tragédia

    Autora: Roselis Von Sass

    Livraria do Círculo

  • Moisés
    Moisés

     

     

    A vida de Moisés

    Autor: Coleção O Mundo do Graal

    Livraria do Círculo

  • Buda
    Buda

     

     

    Buda

    Autor: Coleção O Mundo do Graal

    Livraria do Círculo

REFLEXÃO

O reconhecimento de Deus

Em cada povo, em cada ser humano, tem de existir, primeiro, a base para a receção dos elevados reconhecimentos de Deus, que se encontram na doutrina de Cristo. Somente partindo de uma base amadurecida para isso, o espírito humano pode e tem de ser conduzido então a todas as possibilidades de um reconhecimento de Deus através da doutrina de Cristo.

Mensagem do Graal

 

Reflexão sobre o Amor

 

O amor pede identidade com diferença

O amor pede identidade com diferença, o que é impossível já na lógica, quanto mais no mundo. O amor quer possuir, quer tornar seu o que tem de ficar fora para ele saber que se torna seu e não é. Amar é entregar-se. Quanto maior a entrega, maior o amor. Mas a entrega total entrega também a consciência do outro. O amor maior por isso é a morte, ou o esquecimento, ou a renúncia – os amores todos que são os absurdiandos do amor. […] O amor quer a posse, mas não sabe o que é a posse. Se eu não sou meu, como serei teu, ou tu minha? Se não possuo o meu próprio ser, como possuirei um ser alheio? Se sou já diferente daquele de quem sou idêntico, como serei idêntico daquele de quem sou diferente? O amor é um misticismo que quer praticar-se, uma impossibilidade que só é sonhada como devendo ser realizada.

O amor romântico

O amor romântico é como um traje, que, como não é eterno, dura tanto quanto dura; e em breve, sob a veste do ideal que formámos, que se esfacela, surge o corpo real da pessoa humana em que o vestimos. O amor romântico, portanto, é um caminho de desilusão. Só o não é quando a desilusão, aceite desde o princípio, decide variar de ideal constantemente, tecer constantemente, nas oficinas da alma, novos trajes, com que constantemente se renove o aspeto da criatura por eles vestida.

Nunca amamos ninguém

Nunca amamos ninguém. Amamos, tão-somente, a ideia que fazemos de alguém. É a um conceito nosso – em suma, é a nós mesmos – que amamos. Isso é verdade em toda a escala do amor. No amor sexual, buscamos um prazer nosso dado por intermédio de um corpo estranho. No amor diferente do sexual, buscamos um prazer nosso dado por intermédio de uma ideia nossa

Ω

O amor é um sonho que chega para o pouco ser que se é.

Ω

Amar é cansar-se de estar só: é uma cobardia, portanto, e uma traição a nós próprios (importa soberanamente que não amemos).

Ω

Amor não se conjuga no passado, ou se ama para sempre ou nunca se amou verdadeiramente.

Ω

O amor é uma amostra mortal da imortalidade.

Ω

O sonho jovem do amor é muito velho.

Ω

Quando puderes dizer o teu grande amor, deixa o teu grande amor de ser grande.

 

Ω

Poema

Quando ela passa

Quando eu me sento à janela

P´los vidros que a neve embaça

Vejo a doce imagem dela

Quando passa... passa... passa...

Lançou-me a mágoa seu véu:-

Menos um ser neste mundo

E mais um anjo no céu. 

Quando eu me sento à janela,

P´los vidros que a neve embaça

Julgo ver a imagem dela

Que já não passa... não passa...

 

Fernando Pessoa

________________________________________________________________________________________________________

LIVROS

  • AFRICA.gif
  • ASPECTOS.gif
  • JESUS.gif
  • JESUSENSINA.gif
  • REFLEXOES.gif
  • JUIZO.jpg
  • INCAS.jpg
  • mensagem.gif
  • ZOROASTER.gif
  • DEZ.gif
  • ODSA.jpg
  • CASSANDRA.jpg
  • BUDDHA.gif
  • PRIMEIROS.png
  • APOSTOLOS.gif
  • MADALENA.gif
  • ALICERCES.gif
  • lao.gif
  • MOISES.gif
  • ATLANTIDA.jpg

NOTÍCIA

Bastam 2 graus a mais e os vermes marinhos podem aumentar

Bastam dois graus a mais para vermes marinhos aumentarem 70 % e algumas espécies desaparecerem. Uma experiência qualificada como a "mais realista até ao momento sobre o aquecimento do oceano" aponta que os efeitos desse fenómeno "podem superar amplamente as expectativas", segundo um estudo publicado pela revista "Current Biology".

leia o artigo em lifestyle...

NOVO ARTIGO

A globalização e os países

Os homens se apegam ao poder desde de longa data. A nobreza tinha os direitos sobre a terra. Com a ascensão do dinheiro e crédito, o capitalismo alcançou o comando. Comunistas e socialistas, ambos intervencionistas, também foram atrás do poder com a bandeira de defender os desprotegidos.

Ler mais...