DIVULGAÇÃO:

  • A livraria do Círculo é um espaço online disponível no endereço circulodograal.com/loja

  • Visite a livraria e consulte a gama de livros disponível por categorias

  • Se necessitar de ajuda, entre em contacto pelo endereço: geral@circulodograal.com

  • Mensagem do Graal
    Mensagem do Graal

     

    Na Luz da Verdade

    Mensagem do Graal

    Autor: Abdruschin

    Livraria do Círculo

  • Os Dez Mandamentos
    Os Dez Mandamentos

     

    Os Dez Mandamentos

    e o Pai-Nosso

     Autor: Abdruschin

    Livraria do Círculo

  • O Filho do Homem
    O Filho do Homem

     

    O Filho do Homem na Terra

    Autor: Roberto C. P. Junior

    Livraria do Círculo

  • Jesus
    Jesus

      

     

    Jesus ensina as leis da Criação

    Autor: Roberto C. P. Junior

    Livraria do Círculo

  • O nascimento da Terra
    O nascimento da Terra

     

    O nascimento da Terra

    Autora: Roselis Von Sass

    Livraria do Círculo

  • Atlântida
    Atlântida

     

    Atlântida

    Princípio e fim da grande tragédia

    Autora: Roselis Von Sass

    Livraria do Círculo

  • Moisés
    Moisés

     

     

    A vida de Moisés

    Autor: Coleção O Mundo do Graal

    Livraria do Círculo

  • Buda
    Buda

     

     

    Buda

    Autor: Coleção O Mundo do Graal

    Livraria do Círculo

REFLEXÃO

Ascensão

À humanidade só é possível uma ascensão através do pleno reconhecimento, jamais pela crença cega e ignorante!

Mensagem do Graal

O economista Angus Deaton, ganhador do prêmio Nobel, disse em entrevista que a globalização não está agonizando e que trouxe muitos benefícios. Deaton tem razão; após a globalização algumas coisas melhoram nesse mundo que até fins do século 19 admitia o trabalho escravo como fator de produção. Mas a humanidade está doente e os culpados são os próprios seres humanos que se afastaram das leis naturais da Criação, tateando com seu cérebro dominador sem se esforçar para ouvir a voz interior, que é a intuição com sua conexão com esferas mais elevadas.

Em sua restrição, o cérebro criou teorias e armadilhas, mas a essência dos males está na falta da espiritualidade e no domínio do egoísmo e sede de poder. Mas segundo o economista, as coisas poderão piorar ainda mais com a chegada dos robôs para substituir o trabalho humano.

Os países da América Latina enfrentam redução na atividade econômica e queda na arrecadação, o que mostra bem a situação crônica de descontrole financeiro na região; uma questão que deveria ter exigido do FMI melhor supervisão, pois rotineiramente os déficits impõem aumento de sacrifício para as populações, refletindo-se na educação e preparo das novas gerações, o que ao final representa declínio geral pela perda no capital humano.

Os países endividados, mal geridos e com população sem preparo como o Brasil que se cuidem, pois terão seus recursos cobiçados. Desde a República, proclamada em 1889, os governantes pouco se esforçaram para forjar um país independente, com população bem preparada para a vida, apto a evoluir. Nos últimos 127 anos de República mal concebida, com o Estado atrelado a interesses particulares, o país ficou longe da melhora real.

A falta de empregos e trabalhos remunerados acarretam a estagnação da atividade econômica pois muitos deixam de consumir, o que vai emperrando as engrenagens da economia e ampliando as desigualdades. Economistas precisam focar nesse problema que é mundial, buscando alternativas antes que seja tarde demais. As novas gerações vão perdendo a fibra, e a população não sabendo mais qual é o potencial do país e nem tem preparo para aproveitar esse potencial para o bem geral.

Os grandes desafios globais para 2017: desequilíbrios nas relações econômicas, ficando uns com a parte do leão e outros com o osso, e que se agrava com o declínio na educação e preparo para a vida, custo elevado do dinheiro e descontrole das contas internas e externas dos países mal geridos. O mundo poderia ser muito melhor, cada povo com sua cultura, sem miséria nem doenças, sem a degradação que aflige a humanidade, com boa saúde, alimentos e progresso para todos que se esforçarem. Necessitamos de estadistas sábios que reconheçam e se integrem nas leis naturais da Criação, pois estamos no limite da capacidade bio regenerativa do planeta.

Para que a democracia evolua continuadamente para melhor é necessário o bom preparo das novas gerações para a vida; na falta disso, irá retroceder. A desordem econômica é geral. O mundo vive a precarização e se desumaniza. Será que os intelectuais imaginam que, como no passado a economia se fortaleceu com guerras apesar do grande número de vítimas, isso possa ser replicado outra vez? Grande insensatez, pois agora são outras as condições. Sem saída à vista, o cenário atual vai ficando cada vez mais perigoso.

Se não houver objetivos claros para alcançar a melhora com a união de todos, continuaremos deslizando para baixo, na marcha destruidora da sustentabilidade que assegura as condições de vida de qualidade no planeta. De um lado há a precarização geral e, de outro, ampliação do apagão espiritual e mental. Temos de reumanizar a vida assumindo a posição que cabe à espécie inteligente dotada de liberdade de resolução. O ano novo de 2017 é a grande oportunidade para sair do marasmo e da restrição do raciocínio imediatista que impede de enxergar a realidade da vida e de assumir a responsabilidade pela melhora geral.

Benedicto Ismael Camargo Dutra